Conhecendo um pouco mais de Aquiraz

Quando se pensa em praias e locais de lazer do tropical brasileiro, se pensa em Ceará. Existem diversos pontos turísticos, como Fortaleza, Camocim, Eusébio e um que merece muito atenção, Aquiraz, esse iremos te ambientar mais sobre.

Aquiraz assim como toda outra cidade, pequena ou grande, merece igualmente atenção e se não, até mais. Com uma cultura rica e sendo um polo de atração aos turistas, nacionais ou internacionais, tem tido um rápido crescimento e uma amplitude de popularidade gigantesca, não só em todo o Brasil, mas também internacionalmente, como em Portugal (para mais veja nosso post sobre Quais são as melhores atrações para visitar em aquiraz )

Vou-lhe apresentar um pouco mais deste lugar :

 

História

Fundada em 1699, é conhecida como “a primeira capital do Ceará”. Foi inicialmente habitada por indígenas da região, como os  Potyguara e os Jenipapo-kanyndé. Posteriormente, foi habitada pelos colonizadores portugueses, e por influência católica dos jesuítas, a região é fortemente ligada à religião do Papa, mantendo características católicas em sua cultura, costumes, celebrações e estruturas do catolicismo.

A região abriga monumentos datados desde seus primórdios, que são pontos de visitas à turistas amantes ou não da historiografia. A Igreja Matriz de São José de Ribamar é a segunda igreja mais antiga do Ceará. Construída no século 18, por volta de 1713 e inaugurada em 1769, é um polo de visita para os praticantes do catolicismo. O templo ainda possui características do Barroco e do Neoclassicismo, e em sua fundação, diz-se que pescadores da região, encontraram uma escultura de um homem, este sendo São José de Ribamar, que ao tentarem levar para o povoado, nenhum meio de transporte funcionou, era como se houvesse uma resistência da estátua. Entretanto, na ideia de levá-la à Igreja, não houve mais dificuldades, como se ela(a estátua) tivesse aceito a decisão.

A Casa de Câmara e Cadeia, construção que servia como Câmara Municipal de Vereadores, hoje abriga o Museu Sacro de São José de Ribamar. Sacro porque ele possui em sua estrutura, um acervo de peças litúrgicas(voltadas à adoração do catolicismo), datando do século 18, em influência da religião católica implementado na região.

O Hospício dos Jesuítas que na verdade era um local de hospedagem, foi fundada por jesuítas que habitaram a região, na época de catequização dos nativos. Hoje não resta muita coisa, apenas as ruínas de uma antiga capela de Nossa Senhora do Bom Sucesso. A habitação quando ativa, já foi uma instituição de ensino e seminário(o primeiro do estado) e reza a lenda, que quando os jesuítas saíram do local, eles profetizaram que o mar o engoliria, e ainda tem no dito popular que existem riquezas escondidas naquela região, no entanto, estão escondidas.

Não apenas em locais “isolados” da cidade perduram características clássicas. No Centro da cidade, ruas e prédios ainda possuem características dos portugueses da época, a influência dos mouros. Os Mouros foram povos que habitaram e influenciaram a Península Ibérica(Portugal e Espanha) na Idade Média, e como o Brasil e logicamente o Ceará foram colônia dos portugueses, sofremos essas influências, onde podemos perceber que elas se caracterizam nos mínimos detalhes e em cores rústicas.

 

Economia

O Turismo é a principal força de renda da região. Não por coincidência, e sim por causa de seus incríveis 36 km de praias com suas belezas exóticas. Praias incríveis como a do Beach Park, Prainha, Praia do Presídio e de Iguape possuem grande volume de turistas nacionais e internacionais. A região ganha constantemente investimentos de pequenos, médios e grandes empresários, com intuito do lucro e de alavancar a região.

Até o ano de 2010, haviam e muitas, reclamações por parte da infraestrutura básica, como o de saneamento daquela região, tendo como principais focos das críticas, Praia do Presídio e Prainha(veja mais em praias-de-aquiraz-nao-tem-estrutura-para-o-turismo). De lá para cá, o crescimento foi de tal maneira, que há convocações de turistas famosos internacionais e nacionais para ampliarem a popularidade da região, como você pode ver em nossa matéria sobre Celebridades que já visitaram Aquiraz .

 

Não apenas as hotelarias da região, que são de boas qualidades e atraente aos turistas, porém também as estruturas históricas da região, com arte clássica e barroca, como você presenciou no bloco de História dessa matéria.

A Agricultura também tem seu papel importante na economia. Os principais produtos feitos são de origem vegetal, como exemplo de castanhas de caju, cana de açúcar, coco da baía, feijão, milho, mandioca, manga e mamão. A criação de bovinos, suínos e equinos também é forte na região. 

Aquiraz é um dos municípios com as maiores reservas hídricas do Estado do Ceará, e isso pode e deve favorecer o desenvolvimento da agricultura da região, se tornando um ponto de lucro maior ainda.
Produtos como ovos caipira, rapadura, açúcar mascavo, mel de abelha, coco verde, farinha, goma, carimã, batata e macaxeira podem ser alavancados de produção se houver insumos na parte agrícola.

Existia na região um famosos mercado, o Mercado da Carne, que hoje se chama Mercado das Artes. Lá era um centro de vendas de carnes de boa qualidade, um centro da economia da região até perto dos anos 90. Hoje se instala no local, grupos e apresentações artísticas, tendo até uma ONG, a Tapera das Artes instalada no local, com o propósito de propagar a arte na região.

Indústrias vêm de um crescimento ao constante dos anos. Empresas se alocam na região e fazem além de crescer o “PIB municipal”, o aproveitamento dos recursos. Os principais tipos de indústrias são a de transformação,  de construção civil e a de extração mineral. Indústrias que se destacam temos como exemplo a de Granja Regina e a Usibras(indústria alimentícia).

Cultura

Os principais pontos são as festividades, sendo de maioria com cunho católico :

  1. Festa do Coo-Padroeiro São Sebastião;
  2. Festa de São José de Ribamar;
  3. Festa de Nossa Senhora dos Navegantes;
  4. Festa de São Francisco de Assis – Porto das Dunas;
  5. Feira Metropolitana do Artesanato;

Dessas citadas, talvez a mais famosa seja a do São José de Ribamar. Ele é o padroeiro da cidade, possuindo até uma lenda, aquela da estátua já citada em História dessa matéria. Essa comemoração acontece de 9 de março, com sua procissão, e vai até 19 de março, com sua Missa.

A comemoração de Nossa Senhora dos Navegantes, também de cunho religioso, aconteceu por exemplo em 2020, no mês de novembro, na Prainha. Nossa Senhora dos Navegantes também é um outro nome à Maria, mãe de Jesus, no qual também pode ser chamada de Nossa Senhora das Candeias e Nossa Senhora de Boa Viagem, onde esses termos remetem aos navegadores portugueses, ainda dos tempos de Colônia, onde ao navegarem, pediam proteção à Nossa Senhora.

 

Outros serviços que podemos citar, são as agências bancárias do Banco do Brasil, Bradesco, Banco do Nordeste e uma unidade lotérica ligada à Caixa. Os meios de transporte municipais e intermunicipais são por meios de ônibus e vans, além de possuírem vias como CE-040 que liga à Fortaleza e a BR-116 que interliga várias partes do Brasil, como do Ceará ao Rio Grande do Sul.

 

Avalie nosso serviço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *